João Salaviza

Biografia

Lisboa, 1984. Tirou o curso na Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC) em Portugal e na Universidade del Cine em Buenos Aires. A sua primeira longa MONTANHA estreou no Venice Film Festival - Semana da Crítica. e segue por dezenas de outros festivais (Roterdão, San Sebastian, Buenos Aires, S. Paulo, Munique, Angers, Kerala ou Montpellier onde venceu o prémio para Melhor Filme), antes da sua estreia comercial em Portugal e França. João Salaviza realizou uma trilogia galardoada internacionalmente de curtas-metragens: RAFA (Urso de Ouro na Berlinale'12 e Ingmar Bergman Award no Uppsala; ARENA (Palme d'Or para Melhor Curta-Metragem no Festival de Cannes'09) e CERRO NEGRO (Estreia no Festival de Roterdão'12) Os seus filmes foram programados pelos mais importantes festivais internacionais, tendo sido exibidos também noutros espaços como o Centre Pompidou, La Biennale di Venezia of Architecture, Haus der Kulturen der Welt, Barbican Centre, Malba Buenos Aires, Fundação Gulbenkian, Casa de America Madrid, Belgrade Museum of Contemporary Art and Artium Basque Museum of Contemporary Art. João Salaviza realizou ainda as curtas experimentais STROKKUR (Belfort, FID Marseille, Gijón, Rencontres Internationales Paris/Berlin/Madrid); CASA NA COMPORTA commissidiado pela Portuguese architecture national exhibition na Venice Biennale; HOTEL MÜLLER sobre o trabalho de Pina Bausch. A curta-metragem ALTAS CIDADES DE OSSADAS é o seu mais recente trabalho, com estreia internacional no Festival de Berlim 2017. CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS, co-realizado com Renée Nader Messora, tem estreia prevista para 2018.

Outros filmes

  • MONTANHA, FIC, 90', 2015
  • RAFA, FIC, 20', 2012
  • CERRO NEGRO, FIC, 22', 2012
  • CASA NA COMPORTA, FIC, 20', 2011
  • HOTEL MULLER, DOC, 2010
  • ARENA, FIC, 15', 2009
  • CÃES DE CAÇA, 2008
  • DUAS PESSOAS, FIC, 9', 2004

Alto Patrocínio

Apoio

Membro fundador