“Ice Merchants” vence a Semaine de la Critique de Cannes

25 Maio 2022

É uma notícia excepcional para o cinema português. “Ice Merchants”, filme de João Gonzalez, foi premiado no Festival de Cannes.

Na sua estreia mundial, “Ice Merchants” foi galardoado com o Prémio do Júri da Semaine de la Critique para melhor curta-metragem em competição. É a primeira vez na história da Semaine, que completa este ano 61 edições, que um filme de animação vence o prémio Leitz Cine Discovery Prize nesta secção.

A curta-metragem do jovem cineasta português João Gonzalez era uma das dez curtas-metragens selecionadas para a competição da célebre secção do Festival de Cannes. “Ice Merchants” é um intrigante filme de animação que explora a relação entre um pai e um filho, num exercício de consolidação de um estilo único e singular, que faz de João Gonzalez uma das grandes promessas da animação mundial.

“Ice Merchants” foi também recentemente anunciado na seleção do Festival Internacional de Cinema de Guadalajara, sendo um dos 15 nomeados ao prémio internacional Rigo Mora (criado por Guillermo del Toro), categoria do festival mexicano elegível para qualificação nos Oscar Academy Awards. 

 

Nota do Júri para o Prémio Leitz Cine Discovery:
"O Leitz Cine Discovery Prize vai para o filme que tem, como um dos júris cita "Tudo o que se pode esperar de uma curta metragem." Aqui têm um realizador que sabe como contar uma história, e o faz bem. Ele cria um pequeno filme que nos prende desde o primeiro momento.
Esteticamente é um filme fresco e perfeito por si mesmo, mas mais do que isso, este filme tem uma missão, uma missão real e importante...  E é feito por um realizador que esperamos que tenha vento debaixo das suas asas e consiga voar alto e por muito tempo. O prémio vai para... Ice Merchants!"

 

Depois dos premiados “Nestor” e “The Voyager”, “Ice Merchants” é o terceiro filme de João Gonzalez e o primeiro como realizador profissional, contando com o apoio do Instituto do Cinema e Audiovisual. João Gonzalez foi também instrumentista e compositor da banda sonora do filme, contando com Nuno Lobo na orquestração. A sonoplastia é de Ed Trousseau, com gravação e mistura por Ricardo Real e Joana Rodrigues. Co-produção portuguesa, inglesa e francesa, o filme foi produzido por Bruno Caetano na COLA - COLETIVO AUDIOVISUAL, em co-produção com Michaël Proença da Wild Stream em França e com a Royal College of Art no Reino Unido. Conta com distribuição pela Agência da Curta Metragem.

 

Alto Patrocínio

Apoio

Membro fundador