Retrospetiva de Sandro Aguilar no Filmadrid

02 Setembro 2021

A segunda parte do Filmadrid - Festival Internacional de Cinema arranca já na próxima quinta-feira, 9 de setembro, e dedica uma retrospetiva à obra do cineasta Sandro Aguilar.

Optando por dividir a sua programação em duas partes: a primeira, competitiva, de 9 a 13 de junho; e a segunda, com retrospetivas e outros eventos, de 9 a 11 de setembro, o Filmadrid 2021 destaca a obra de Sandro Aguilar.

Neste especial foco, serão exibidos os filmes: "Remains" (2002), "A zona" (2008), "Mercurio" (2010), "Voodoo" (2011), "Sinais de serenidade por coisas sem sentido" (2012), "Bunker" (2015), Mariphasa (2018) e "Armour" (2020), que será exibido pela primeira vez em Espanha.

As curtas-metragens "Bunker", "Remains" e "Sinais de serenidade por coisas sem sentido" fazem ainda parte de uma sessão especial intitulada "Obscuridad", apresentada pelo próprio cineasta, e que terá lugar no Museu C.A.V. La Neomudéjar na sexta-feira, 10 de setembro.

Nascido em 1974, Sandro Aguilar formou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa, onde realizou as suas primeiras curtas-metragens e em 1998 fundou, com João Figueiras, a produtora O Som e a Fúria. Os seus filmes ganharam prémios em festivais como La Biennale di Venezia, Gijón, Oberhausen e Vila do Conde e foram exibidos, entre outros, em Torino, Belfort, Montreal e Clermont-Ferrand.

Mais informações aqui.

Alto Patrocínio

Apoio

Membro fundador