"Um Fio de Baba Escarlate" e "Catavento" no Festival de Brive

26 Março 2021

"Um Fio de Baba Escarlate", de Carlos Conceição e "Catavento", de João Rosas fazem parte da Competição Internacional do Festival du Cinéma de Brive 2021.

"Um Fio de Baba Escarlate", de Carlos Conceição (MIRABILIS) e "Catavento", de João Rosas (Terratreme Filmes) integram a Competição Internacional da 18ª edição do Festival du Cinéma de Brive -  Rencontres Internationales du Moyen Métrage, que decorrerá entre 25 e 30 de maio.

Ambas as obras, promovidas e distribuídas pela Agência da Curta Metragem, tiveram a sua estreia no 28º Curtas Vila do Conde - Festival Internacional e, desde então, têm feito o seu percurso por festivais nacionais e internacionais. No início deste mês, "Catavento" foi também selecionado para Competição Internacional do BACIFI - Buenos Aires International Film Festival of Independent Cinema.

"Um Fio de Baba Escarlate" trata do dia-a-dia de um serial killer em Lisboa, cuja vida pacata é abalada quando um incidente insólito o transforma subitamente numa estrela das redes sociais. Esta obra é o regresso de Carlos Conceição à ficção mais tradicional de "Coelho Mau" e sucede à longa "Serpentário", contando com os colaboradores regulares João Arrais e Matthieu Charneau, bem como com as actrizes Leonor Silveira, Joana Ribeiro e Teresa Madruga. A fotografia é assinada por Vasco Viana.

"Catavento" marca a quarta colaboração entre o realizador João Rosas e a Agência e tem como protagonista Nicolau, um rapaz indeciso que passa os dias a tentar perceber quem quer ser quando for grande.

O Festival du Cinéma de Brive foi criado em 2004 e dedica-se exclusivamente à exibição de médias metragens, ou seja, filmes com duração entre os 30 e os 60 minutos.

 Mais informações aqui.

 

Alto Patrocínio

Apoio

Membro fundador