Carlos Conceição galardoado no Doclisboa

26 Outubro 2019

Carlos Conceição recebeu o Prémio Revelação do Doclisboa.

"Serpentário" primeira longa-metragem de Carlos Conceição foi galardoado com o Prémio Revelação do Doclisboa, evento que que teve lugar de 17 a 27 de Outubro na capital portuguesa.
O filme foi apresentado no passado dia 25 no contexto da secção Riscos do festival, cujo programa se propõe discutir fronteiras e limites com filmes de diferentes épocas que interrogam a contemporaneidade do cinema.

O Prémio Revelação é concedido ao realizador da melhor primeira longa-metragem de uma selecção transversal a todas as secções do certame, excepto retrospectivas e cinema de urgência, e foi atribuído pelo júri composto por Aya Koretzky (realizadora, Portugal), Sofia Bohdanowicz (realizadora, Canadá) e Veton Nurkollari (director artístico do Festival Dokufest, Kosovo), de forma "confiante e unânime", justificando-o com a seguinte declaração:

O filme que selecionámos captou-nos para uma constelação de pensamentos.
Através da travessia de luto geográfico e de paisagens emocionais, este filme não nos deu respostas mas convidou-nos a embarcar numa procura de uma viagem. Ficámos hipnotizados pela sua abordagem livre, pela sua variação estética e diversidade de composições e de cores que nos transmitiu o desejo de reencontrar e compreender melhor a perda da sua mãe.
Impressionou-nos pela maneira como utilizou múltiplos formatos levando-nos a um estado de pura poesia visual. No filme é dito que “a terra é o presente, o sol é o passado e a lua é o futuro... e o futuro ainda não sabe que existimos”. Acreditamos que este maravilhoso filme personifica a linguagem cinematográfica de um futuro próximo que tem a sorte de receber as suas qualidades.

“Serpentário”, uma co-produção luso-angolana, representada pela Agência da Curta Metragem, segue um rapaz que vagueia por uma paisagem africana pós-catástrofe em busca do fantasma da sua mãe e é protagonizado por João Arrais, contando ainda com a participação de Isabel Abreu (voz). O filme teve a sua estreia mundial na secção Fórum do festival de Berlim e foi exibido pela primeira vez em território português no Curtas Vila do Conde onde o autor foi Realizador em Foco. Entretanto, obteve o prémio Nuove Visione no Sicilia Queer, em Itália, o Prémio do Público do Burgas Film Festival, na Bulgária, uma Menção Especial para o Melhor filme e o Prémio de Melhor Montagem no festival Filmadrid, e ainda a menção especial do júri Nouveaux Alquimistes do Festival du Nouveau Cinéma.

"Serpentário" será exibido na próxima semana e na presença do seu realizador, na Viennale, o mais importante evento internacional dedicado ao cinema na Áustria, bem como um dos mais antigos e mais conhecidos festivais do mundo de língua alemã.

Alto Patrocínio

Apoio

Membro fundador